Futebol Fanatismo

O nome já diz tudo - Mundial Interclubes, Taça Libertadores da América, Liga dos Campeões, Copa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Estaduais do Rio de Janeiro e de São Paulo e Seleção Brasileira, mais algumas informações e notícias relevantes

quarta-feira, dezembro 13, 2006

Internacional na final

Após uma partida cheia de emoções, o Inter conseguiu sua classificação para a final do Mundial de Clubes, com uma vitória de 2 a 1 sobre o Al-Ahly.

O JOGO:
Como era de se esperar, o time colorado entrou muito nervoso por causa da estréia, mas parecia que logo o bom futebol da equipe se encaixaria. Só que isso não aconteceu: o Al-Ahly dificultou a partida. O Inter era perigoso nas roubadas de bola e chutes de longa distância. Após um passe de Fernandão, Alexandre Pato (17 anos) trombou com os zagueiros, a bola foi para trás, o zagueiro do time egípcio cortou errado, a bola voltou para ele e com um belo chute no canto direito do goleiro abriu o placar, 1 a 0. Em vez de o Inter mandar no jogo com a vantagem no marcador, o Al-Ahly continuou incomodando, até acertou uma bola na trave. Veio o fim do primeiro tempo e promessa de um segundo tempo melhor por parte dos colorados.
No começo do segundo tempo, o Al-Ahly chegou a mandar no embate, apesar de um lindo lance de Pato na lateral do campo, com três toques seguidos de ombro sem deixar a bola cair. Pena que logo após essa jogada, saiu o gol do time egípcio: em uma rápida cobrança de lateral, Moteab cruzou para Flávio (eu avisei!), que antecipou-se ao zagueiro Fabiano Eller e cabeçeou por cima de Clemer, empatando o jogo.
O tempo passou e houve duas substituições no Inter: Rubens Cardoso no lugar de Hidalgo (saiu contudido) e Luís Adriano no lugar de Pato (com cãibras); guarde bem esta última alteração. Foi então que surgiu um escanteio para o Internacional, e depois outro logo em seguida. Nesse, Ceará cruzou e Luís Adriano (19 anos), com um lindo desvio de cabeça, recolocou os colorados na frente, 2 a 1.
Depois foi só segurar e esperar o apito final do árbitro.
Não sei se vocês repararam, mas os dois jogadores que marcaram os gols são novinhos, já citei as idades anteriormente. Os experientes, dos quais se esperam poder de decisão, não foram muito bem, como Fernandão e Iarley. Agora, os garotos foram sensacionais, e podemos dizer que graças a eles, tem final domingo pro Inter.

4 Comments:

At 14:40, Anonymous Muniz said...

fala frederico!
po kra....e naum eh q o pato "bicou" mesmo?!
hehehehe
po! jogão hein!
flws leke! qdo for repórter famoso lembra q eu fui um dos 1os a comentar nessa budega gay!
bjundas RICO BOLADÃO!

 
At 11:27, Anonymous Rafael Camilo said...

É... o colorado tá na final, e vai disputar com o todo poderoso (não é o Jim Carrey) é o Barça!

O Brasil terá que torcer bastante para que o Inter ganhe!!!

A vida e o futebol são uma caixinha de surpresas!!! Embora o Joseph Clever não jogue no Inter...

Abração

 
At 14:36, Anonymous Mariana said...

Caramba perdi um jogo emocionante de novo! =(
Fred, pelo que vc narrou os torcedores do Inter e demais brasileiros ficaram com o coração na mão muitas vezes durante a partida. Como assim o time egípcio manteve as rédeas do jogo?!! rsrsrs
Ainda bem que o Inter soube roubá-la de vez em quando..rsrs
Gostei da reconstituição do jogo, mesmo sem ter assistido 'senti na pele esta emoção'! rsrsrs
Bjus

 
At 22:15, Anonymous Paulo André said...

Fala Fred....Parabens pelo blog...está ótimo, muito bem redigido...
Quanto a grande final do mundial....Por ser apenas um jogo, acredito que tudo pode acontecer, mas é incontestável que a equipe do Barcelona é superior, se as duas equipes se enfrentassem dez vezes o Barcelona ganharia nove. Quem sabe este jogo não é o jogo do Internacional....
Um grande abraço, PA

 

Postar um comentário

<< Home